Nossa missão é

ESCLARECER CADA BRASILEIRO.


Nosso intuito é de

EVITAR OS MALES DO JOGO.


Nosso valor é

O AMOR.


Nossa ação

É REAL.


Auditores fiscais temem a jogatina

O encontro selou a continuidade da parceria da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil com o Movimento Brasil sem Azar.

“O país não tem estrutura para fiscalizar a jogatina. A legalização vai facilitar a lavagem de dinheiro”, disse o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), Vilson Romero, em reunião, hoje, com o coordenador nacional do movimento Brasil sem Azar, o advogado cearense Roberto Lasserre.

O encontro selou a continuidade da parceria da Associação com o Movimento, que em 2016 trabalharam juntos, com o apoio do Ministério Público Federal, para ampliar o debate sobre os riscos da jogatina junto à sociedade. “Há um projeto de lei na Câmara e outro no Senado, com o objetivo de legalizar os jogos, mas a população ainda não foi ouvida, como deveria”, lembrou Lasserre.

A parceria vai contribuir para levar mais esclarecimentos à população, acrescentou o vice-presidente de Política de Classe da ANFIP, Floriano Martins de Sá Neto. Participaram do encontro, na sede da Associação, em Brasília, a vice-presidente de Comunicação da entidade, Leila de Andrade, e a jornalista do Brasil sem Azar Valéria de Velasco.



Compartilhe:




Comente:

EBOOK GRÁTIS


PARENTE VICIADO EM JOGO?
5 PASSOS PARA AJUDAR VOCÊ A IDENTIFICAR