Nossa missão é

ESCLARECER CADA BRASILEIRO.


Nosso intuito é de

EVITAR OS MALES DO JOGO.


Nosso valor é

O AMOR.


Nossa ação

É REAL.


Frente Parlamentar Evangélica lança nota contra liberação dos jogos de azar

íntegra da nota divulgada pela Frente Parlamentar Evangélica

Íntegra da nota divulgada pela Frente Parlamentar Evangélica

Através de nota pública e encaminhada ao Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Evangélica (FPE) composta por parlamentares ligados à igrejas evangélicas repudiou a tentativa do governo e alguns parlamente de promover a liberação dos jogos de azar no Brasil. A nota ressalta aspectos técnicos pela não liberação e reforça a atuação pela rejeição da matéria. Confira a nota na íntegra: 

A Frente Parlamentar Evangélica, (FPE). do Congresso Nacional vem manifestar sua contrariedade á aprovação do Projeto de Lei n.°442/1991 que propõe a legalização dos jogos no Brasil. Alertamos as famílias, os educadores e toda a sociedade brasileira para que envide esforços no sentido de rejeitar a legalização O jogatina no Brasil. A situação é grave e merece nossa especial atenção, poisa legalização dos jogos. longe de representar um benefício para a sociedade brasileira, representa a legalização de Ago pernicioso que favorece a lavagem O dinheiro e a corrupção, dificulta a fiscalização por parte dos entes governamentais, e principalmente induz e incentiva o vício em jogos. o qual é considerado como doença pela Organização Mundial O Saúde (OMS). Portanto. nada justifica a legalização dos jogos no Brasil em razão dos malefícios para a sociedade, para a família e para o indivíduo, que se vè vulnerável ante a exposição desnecessária a jogos de azar. O esforço deve ser de todos contra a aprovação final desde projeto que nada acrescenta ao povo brasileiro, o qual prospera dignamente pelo seu trabalho, pela sua criatividade. pelo seu espírito empreendedor, pela sua capacidade de realização e por sua fé em Deus. Conclamamos todos os evangélicos O Brasil a intercederem em oração e se manifestarem pacificamente contra a legalização da jogatina através das redes sociais, Os meios O comunicação, enviando e-mail para deputados federais e senadores de seus estados, dentre outras iniciativas.
O projeto foi aprovado hoje pela Comissão Especial e, em seguida, irá ao Plenário de Cãmera ode intensificaremos nosso trabalho pela sua rejeição.
Brasilia-DF, 30 de agosto de 2016.
Presidente Evangélica



Compartilhe:




Comente:

EBOOK GRÁTIS


PARENTE VICIADO EM JOGO?
5 PASSOS PARA AJUDAR VOCÊ A IDENTIFICAR