Nossa missão é

ESCLARECER CADA BRASILEIRO.


Nosso intuito é de

EVITAR OS MALES DO JOGO.


Nosso valor é

O AMOR.


Nossa ação

É REAL.


Quinze pessoas são presas em operação contra jogos de azar

Uma operação da Polícia Militar em conjunto com a Prefeitura de Belo Horizonte terminou com 15 pessoas presas e oito estabelecimentos fechados no Centro da capital, na tarde desta terça-feira (24).

A força-tarefa planejava a operação, nomeada de “Game Over” – “Fim de jogo”, em inglês – desde o fim da última semana para combater a prática de jogos de azar.

Nos locais ocorria jogo do bicho e prática de jogos com máquinas caça-níqueis. Os locais foram interditados pela prefeitura e os responsáveis foram detidos.

De acordo com o Tenente Souza, do 1º Batalhão da Polícia Militar, os militares receberam denúncias de que a prática vinha ocorrendo em alguns dos locais vistoriados. Eles chegaram descaracterizados para não chamar atenção de outros donos de estabelecimento onde poderia ocorrer a mesma prática.

Ele contou que nos próprios estabelecimentos vistoriados os militares receberam informações de outros onde também estavam sendo praticados jogos de azar. Participaram da operação 31 militares do 1º BPM e dez fiscais da prefeitura.

Arma de fogo

Em um dos locais vistoriados, foi encontrada uma réplica de revólver. De acordo com o Tenente, o dono do bar alegou que a arma não era dele e que um cliente havia pedido para que ele tomasse conta do objeto. A arma foi apreendida.

Localização

 

Os oito estabelecimentos interditados ficavam no centro de BH, na Caetés, Aarão Reis, Santos Dumont, Guarani, Tupis, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Paraná.

Todos os detidos foram encaminhados para a delegacia no Bairro Floresta. As máquinas foram levadas para a 6ª Cia da PM, onde ficarão guardadas até serem encaminhadas ao Ministério Público.

Fonte: O Tempo



Compartilhe:




Comente:

EBOOK GRÁTIS


PARENTE VICIADO EM JOGO?
5 PASSOS PARA AJUDAR VOCÊ A IDENTIFICAR